Notícias

+ Notícias

01/07 - Aspirina pode ajudar no tratamento de tumores no cérebro, aponta estudo


Por  Sincofarma MG  Postado 01/7/2016

Um dos medicamentos mais comuns das farmácias pode ser a chave para tratar tumores cerebrais, de acordo com estudo realizado pelo Brain Tumor Research, da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. Pesquisadores da instituição descobriram que a aspirina em uma versão líquida pode ser até 10 vezes mais eficiente do que as drogas usadas atualmente.

Em laboratório, os especialistas desenvolveram uma fórmula a base de aspirina acrescida de dois ingredientes não revelados em uma versão líquida. Chamado de "IP1867B", o fármaco ajudaria a romper uma barreira de proteção do cérebro que impede os medicamentos de atacarem o tumor. Nos testes realizados, tanto o composto quanto os ingredientes separados se mostraram 10 vezes mais eficientes no combate às células cancerosas de adultos e crianças.

Apesar de não revelar o nome dos outros dois componentes da formulação, os pesquisadores garantem que todos já são aprovados para uso clínico e que eles não afetam as células normais do órgão.

— Este é um potencial divisor de águas para a investigação sobre tumores cerebrais e mostra claramente o que a pesquisa sustentável é capaz de alcançar. É a ciência como esta que nos permitirá, eventualmente, encontrar uma cura para esta doença devastadora que mata mais crianças e adultos com menos de 40 anos de idade do que qualquer outro câncer — disse a diretor do Brain Tumor Research, Sue Farrington Smith.

Novos testes devem indicar se a fórmula poderá ser testada em pacientes que sofrem com a doença.

Fonte: Zero Hora Online