Notícias

+ Notícias

17/02 - Esclareça dúvidas frequentes sobre o colesterol


Por  Sincofarma MG  Postado 23/02/2017

 

Lipídio é importante para diversas funções no organismo, porém seus níveis devem ser monitorados

O colesterol é um lipídio (tipo de gordura) importante e que desempenha diversas tarefas no organismo. Além de realizar funções essenciais nas membranas celulares, atua na produção de hormônios, vitamina D, entre outros processos bioquímicos. Porém, em níveis alterados, o colesterol pode causar problemas cardiovasculares, como angina, infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Esclareça algumas dúvidas frequentes sobre o tema:

Quais são os tipos de colesterol e quais as diferenças?

Conhecido como o colesterol ruim, a Lipoproteína de baixa-densidade (LDL) atua no organismo retirando o colesterol do fígado para a corrente sanguínea. Em excesso pode inflamar as paredes das artérias e criar depósitos de gordura. É recomendável que esteja abaixo de 100 mg/dl.

Já a Liproteína de alta-densidade (HDL). É o colesterol bom. Presente em alimentos de origem vegetal, como cereais, sementes, frutas etc., é responsável por retirar o colesterol das artérias e levá-lo para o fígado, onde é eliminado. O ideal é que seu nível seja acima de 60 mg/dL. 

A medição no sangue é feita com a fração LDL e HDL e seu nível total deve ser inferior a 200 mg/dL.

Como prevenir os altos níveis de colesterol no organismo?

De forma geral, recomenda-se a prática de exercícios físicos e alimentação regrada com frutas, legumes, nozes, sementes e produtos de origem vegetal. Deve-se evitar carnes vermelhas em excesso ou alimentos industrializados ricos em gordura saturada, como bolachas recheadas, salgadinhos em formato chips, entre outros. Além disso, deve-se evitar alimentos fritos ou processados, como batata frita, salsichas, linguiças etc.

E quando a alimentação e exercícios não resolvem?
Grande parte do colesterol é produzido pelo próprio fígado. Algumas pessoas possuem uma condição médica conhecida como hipercolesterolemia. É quando mesmo com uma alimentação ideal e saudável, os níveis de colesterol permanecem altos. Neste caso, é necessário realizar acompanhamento médico e uso de medicamentos da classe das estatinas que atuam diretamente no fígado, inibindo a produção de colesterol LDL.

A partir de qual idade deve-se medir os níveis de colesterol?
Desde a infância os níveis de colesterol devem ser monitorados. Caso a fração total do lipídio seja inferior a 200 mg/dL há diminuição considerável dos riscos. Pacientes com histórico familiar de doenças cardiovasculares devem consultar o cardiologista para acompanhamento e principalmente realizar reeducação alimentar, mudança no estilo de vida e eventualmente tratamento com medicamentos indicados.

Fonte Neo Química