Notícias

+ Notícias

17/06 - Medicamento Fludrocortisona, para Doença de Addison, está em falta


Por  Sincofarma MG  Postado 21/6/2016

Os pacientes que necessitam do medicamento Florinefe (Acetato de Fludrocortisona) estão tendo dificuldade de acesso ao produto, já que o fabricante nacional está enfrentando limitações no estoque do medicamento devido a problemas operacionais na produção. O Florinefe é indicado como terapia de substituição parcial nos casos de insuficiência adrenocortical (Doença de Addison) primária e secundária, e para o tratamento da síndrome adrenogenital de perda de sal.

Por conta deste problema a Anvisa autorizou a empresa, no último dia 26 de abril, a importar o medicamento para garantir o abastecimento do mercado nacional. Apesar disso, a Bristol-Myers Squibb Farmacêutica, dona do registro do produto, informou que só vai conseguir finalizar os procedimentos para a importar e colocar o Florinefe no mercado no mês de agosto.

Como comprar

Os pacientes com insuficiência adrenocortical, com síndrome adrenogenital ou outra necessidade do acetato de fludrocortisona podem fazer a importação direta do produto por meio dos correios ou de empresas de courier, que são empresas de transporte expresso de mercadorias. Nestas situações, a compra é efetuada pela internet e a entrega é feita na porta do cliente, desde que seja contratado este tipo de entrega. Dessa forma, o paciente não precisa se dirigir ao posto da Anvisa para a liberação do produto, já que a liberação da encomenda é providenciada pela empresa de Correios ou de courier.

Para que a liberação possa ser feita, as empresas de entrega devem solicitar ao paciente a documentação necessária para o recebimento de medicamentos que é a prescrição médica compatível com a quantidade importada.

Informação sobre Florinefe

Maiores informações quanto à disponibilidade do Florinefe podem ser obtidas diretamente com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) - 0800-026-2395 da Aspen Pharma. Este é o laboratório que atualmente detém os direitos da marca e de comercialização do produto, apesar do registro na Anvisa pertencer a Bristol-Myers.

Desabastecimento de medicamento

Atualmente a Anvisa não possui mecanismos legais para que a Agência impeça que os laboratórios farmacêuticos retirem seus medicamentos do mercado. Por isso a Agência aprovou em 2014 a resolução RDC 18/2014 que determina que os laboratórios informem à Anvisa sobre qualquer situação que possa provocar um desabastecimento ou redução da oferta de medicamentos no mercado.

Fonte: Pfarma