Notícias

+ Notícias

18/07 - Cuidados na utilização dos medicamentos


Por  Sincofarma MG  Postado 19/7/2016

Todos os medicamentos comportam riscos. Por isso, para precaver-se dos riscos inerentes à utilização de medicamentos, o consumidor tem a responsabilidade de assegurar-se que utiliza o medicamento de acordo com as indicações recebidas.

Porquê é importante ir ao médico antes de tomar um medicamento?

A avaliação do seu estado de saúde pelo médico (avaliação médica) serve para: (1) identificar a doença, (2) indicar o medicamento mais apropriado e a (3) dose correta. A avaliação fornece também (4) informações sobre a quantidade, o (5) horário e (6) com que frequência o medicamento deve ser tomado.

Assim, a utilização de um medicamento com vista a curar, prevenir ou aliviar os sintomas exige um conhecimento prévio das características da pessoa, da doença e do medicamento de modo a evitar efeitos adversos ou intoxicações.

Quais são os riscos de não cumprir o tratamento como indicado?

Os riscos variam muito, dependendo da situação. Por exemplo, se tomar o medicamento em intervalos mais próximos do que o recomendado, a dose no organismo aumenta o que pode levar a intoxicações. Por outro lado, se espaçar demasiado as tomas, a dose no organismo pode baixar a níveis que o medicamento já não produz efeito.

Além disso, o abandono do tratamento antes do final, poderá criar resistência ao tratamento da doença como acontece no caso dos antibióticos, em que os micro-organismos responsáveis pela doença criar defesas tornando-se mais resistentes, impossibilitando a cura da doença. 

O que significa resistência das infeções?

Tomando um caso conhecido a título de exemplo – os antibióticos –, observa-se que a resistência a estes medicamentos, ocorre quando perdem a capacidade de controlar o crescimento ou morte das bactérias responsáveis pela doença. Uma bactéria é considerada resistente a determinado antibiótico quando continua a multiplicar-se na presença de níveis terapêuticos desse antibiótico, ou seja neutraliza o efeito do medicamento. Em geral, quanto mais for utilizado um antibiótico específico, maior é o risco de emergência e propagação da resistência contra ele.

Qualquer medicamento, quando utilizado de forma não responsável pode prejudicar ou agravar o seu estado de saúde.

Um medicamento receitado para outra pessoa nem sempre serve para si.

Um amigo ou vizinho, mesmo agindo de boa-fé, jamais pode substituir o seu médico ou farmacêutico.

Um medicamento que já lhe foi receitado anteriormente, pode não lhe trazer bons resultados.

Fonte: Expresso das Ilhas