Notícias

+ Notícias

19/07 - Microcefalia: remédio pode bloquear passagem do Zika para bebê


Por  Sincofarma MG  Postado 20/7/2016

Um estudo feito por cientistas das Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF) e da Universidade de Califórnia em Berkeley (UCB), nos Estados Unidos, descobriu um medicamento com potencial para impedir a transmissão do Zika vírus de mãe para filho.

Durante o estudo que usou tecidos humanos para entender como o Zika é passado para o feto (provocando a microcefalia e outras malformações), os cientistas perceberam que o antibiótico veterinário Duramycin é capaz de impedir a replicação do vírus em células da placenta e do saco amniótico, os dois meios de transmissão do Zika para o bebê no primeiro e no segundo trimestres, respectivamente.

A descoberta foi publicada dia 18 na revista científica Cell Host & Microbe. Estudos anteriores mostraram a eficiência desse antibiótico contra outros flavivírus como a dengue e febre do Oeste do Nilo, além de ser eficiente contra o ebola.

Outros estudos

Esse não é o único antibiótico que revelou ter potencial contra o Zika vírus. Em junho um grupo de estudiosos também da Universidade da Califórnia constatou que o antibiótico azitromicina também bloqueia a ação do Zika vírus, desta vez no receptor AXL das células, que funciona como uma porta de entrada do Zika dentro da célula. Essa classe de antibiótico parece agir de forma semelhante contra a dengue e a febre amarela.

Fonte: Minha Vida