Notícias

+ Notícias

200 hospitais filantrópicos do país terão projeto para qualificação da gestão


Por  Sincofarma MG  Postado 03/09/2018

Unidades terão até o dia 12 de setembro para se candidatarem ao projeto. Os principais objetivos são aumentar a capacidade de organização dos recursos e melhorar a qualidade assistencial

Os hospitais filantrópicos de todo o país têm até o dia 12 de setembro para se candidatarem ao projeto “Melhoria do Sistema de Gestão dos Hospitais SUS”, desenvolvido pelo Ministério da Saúde em parceria com o Hospital Albert Einstein. Ao todo, serão selecionadas, pela pasta, 200 unidades, que irão definir e implantar ações, entre elas; melhorias na gestão, redução e prevenção dos riscos e agravos à saúde e na qualificação do atendimento dessa população. A iniciativa faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS).

De acordo com o secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, a expectativa é de que o projeto gere impacto positivo, tanto para a população quanto para os serviços de saúde e os gestores. “Dar mais celeridade ao atendimento e reduzir os desperdícios representam ofertar serviços com melhor qualidade e segurança à população e reduzir”, destacou.

A expectativa do Ministério da Saúde é de que até 2020 todos os 200 hospitais selecionados estejam com os projetos concluídos e que já apresentem melhoras nos processos internos de gestão e assistência, redução nos desperdícios e aumento da eficiência do sistema. Além disso, são esperados o aumento da capacidade de organização e articulação dos recursos e a melhora na qualidade assistencial e na experiência do usuário no SUS.

ETAPAS DO PROJETO

O projeto vai ser desenvolvido em duas etapas: a primeira consiste na qualificação de alinhamento dos conceitos das pessoas que vão desenvolver o projeto nos hospitais, que será realizada por meio de plataformas de Educação à Distância (EAD). Após esta etapa, que é um pré-requisito para dar continuidade ao projeto, inicia-se a segunda etapa, quando o hospital beneficiado receberá capacitação presencial, durante uma semana, focado na gestão e na qualidade. A partir daí, será construído um plano de ação, o qual será monitorado, a partir dos indicadores, pelo parceiro do Ministério da Saúde, o hospital Albert Einstein.

Para participar da ação, os hospitais filantrópicos devem obedecer a alguns critérios de adesão e seleção como; ter pelo menos 100 leitos SUS; possuir o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS) válido; não estar passando por intervenção; e não possuir certificação de qualidade e aderir ao termo de compromisso. Em média, o projeto será desenvolvido durante cinco meses em cada hospital. A lista com o nome dos selecionados será publicado, até o fim do mês, no portal do Ministério da Saúde e no site da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB).

Acesse o formulário para adesão dos hospitais filantrópicos ao projeto PROADI-SUS de Melhoria dos Sistemas de Gestão dos Hospitais SUS.

PROADI-SUS

Desenvolvido para colaborar com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS) é financiado com recursos de isenção fiscal, concedida aos hospitais filantrópicos, com excelência reconhecida pelo Ministério da Saúde. O Programa visa promover a melhoria das condições de saúde da população.

O PROADI-SUS permite a transferência, desenvolvimento e incorporação de novos conhecimentos e práticas em áreas estratégicas para o SUS, por meio da execução de projetos de apoio e na prestação de serviços de saúde ambulatoriais e hospitalares, enquadrados em áreas específicas, estabelecidas pela Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009

 

Fonte: Ministério da Saúde