Por  Sincofarma MG  Postado 24/6/2016

Na luta contra um câncer de mama há dois meses, a copeira Isa Marques, de 37 anos, está ainda mais esperançosa com o tratamento. Fazendo as sessões de quimioterapia em Belo Horizonte, ela aguarda passar pela crioterapia, procedimento que pode minimizar a queda de cabelo, consequência do tratamento contra a doença.

Inédita em Minas Gerais, a crioterapia será oferecida pelo Onconcentro, que inaugurou nesta quinta-feira (23) a sede no bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul da capital mineira. O processo reduz a temperatura do couro cabeludo, diminuindo o risco de queda dos fios. Segundo o oncologista Bruno Ferrari, o método é indicado apenas em pacientes com elevadas chances de perda capilar. “Se com a máquina não evitamos a queda total, amenizamos consideravelmente”, afirma.

Ainda de acordo com o oncologista, esses tipos de cuidados complementares, que ajudam a reduzir dores e outros efeitos colaterais do tratamento, aumentam em 60% as chances de vida do paciente.

Isa está confiante. “A queda de cabelos é a mais traumática para mim. Espero, com isso, recuperar minha autoestima”, comenta a copeira que, além das sessões de quimioterapia, tem acompanhamento nutricional e psicológico. 

Centro especializado

BH ganhará em março de 2017 um novo centro especializado de câncer. No local serão feitos transplantes de medula em crianças, procedimento que hoje não existe na cidade. O projeto é uma parceria entre o Grupo Oncoclínicas e o Instituto Biocor.

Sem citar valores de investimentos, Bruno Ferrari, presidente do Conselho de Administração do Oncoclínicas, diz que a unidade será ao lado do Hospital Biocor, na Vila da Serra, em Nova Lima, na Região Metropolitana de BH.

 

"Com uma equipe de 70 médicos, o centro inaugurado nesta quinta-feira (23) tem capacidade para realizar 500 sessões diárias de quimioterapia; a nova sede inclui a ampliação do atendimento em oncologia e hematologia e também a dos serviços de radioterapia e transplante de células-tronco

Fonte: Hoje em Dia