Notícias

+ Notícias

Motivação e Sucesso: Disciplina, felicidade e sucesso


Postado 04/07/2017
 
Nunca como hoje o estudo dos efeitos e da im-portância da disciplina mental e comportamental foi tão desenvolvido. Esses estudos têm sido motivados pe-las inúmeras pesquisas multidisciplinares sobre os fatores que levam uma pessoa a ter sucesso pessoal e profissional e a relatar um sentimento de felicidade maior que outras pessoas.
Vale ressaltar que o conceito de “sucesso” pouco tem a ver com uma conta bancária recheada e menos ainda com fama e poder. Sucesso é sentir-se bem consi-go mesma e ser uma pessoa respeitada e querida por um círculo grande de pessoas, principalmente as mais próximas. Pesquisas diversas igualmente têm comprovado que as pessoas mais felizes são aquelas que possuem um círculo significativo de relacionamentos relevantes (networking).
Uma metáfora que sempre utilizo para explicar o que seja disciplina é a seguinte: se uma pessoa deseja ir de São Paulo a Curitiba de automóvel, a estrada certa a pegar é a Rodovia Regis Bittencourt. Se essa pessoa tomar a Rodovia Presidente Dutra, por certo não chegará em Curitiba e sim ao Rio de Janeiro. Embora as duas tenham a mesma denominação numérica (BR-116), a direção para o Rio é o Leste e para Curitiba o Sul. Uma pessoa indisciplinada é aquela que quer chegar em Curitiba pela Rodovia Presidente Dutra. Disciplina, portanto, é decidir onde se quer chegar e pegar a estrada certa que nos levará ao desejado destino.
A disciplina, portanto, exige domínio da vontade. Muitas estradas poderão ser mais agradá-veis, melhor pavimentadas, menos íngremes e com mais apoio do que a que teremos que tomar para chegar onde desejamos ir. Mas essa será a estrada que deveremos pegar se realmente quiser-mos chegar ao nosso destino. A disciplina, portanto, exige um objetivo claro e muito foco. Sem sa-ber onde quero chegar, correrei o risco de ficar tomando atalhos, dando voltas, perdido.
Assim, o que as pesquisas concluem é que sem disciplina não pode haver sucesso, nem pes-soal, nem profissional e quem imaginava poder chegar à felicidade por caminhos errados, com cer-teza não chegará.
Onde você quer chegar? Você está na estrada certa?
Pense nisso. Sucesso!
 
Autor: Luiz Marins