Notícias

+ Notícias

Motivação e Sucesso: Não perca o seu foco


Por Luiz Marins

 

Com tanta notícia na área política, desde os desdobramentos da Operação Lava-Jato até as reformas que vêm sendo discutidas no Congresso Nacional e ainda os polêmicos julgamentos no STF, é muito fácil perdermos o foco da nossa vida concreta, nas coisas que dependem e sempre dependerão de nós e passarmos boa parte do dia discutindo política, acompanhando depoimentos, acessando as últimas postagens nas redes sociais, etc. O risco de perdermos o foco é muito grande.

É claro que não estou pedindo para que sejamos alienados das notícias do Brasil e da política. O que quero chamar a atenção é para o fato de que nós e somente nós somos responsáveis pelo nosso trabalho do dia a dia e que nosso ganha pão depende de nosso trabalho e de nossa capacidade de fazer acontecer as coisas que estão sob nossa responsabilidade. Apenas quero lembrar que essas pessoas que acompanhamos não pagarão nossas contas, não venderão nossos produtos, não atenderão nossos clientes e não farão com que nós tenhamos sucesso, nem como pessoa, nem como empresa. Assim, só nos resta não perder o nosso foco e trabalhar com muita dedicação e afinco para vencer este momento turbulento por que passamos.

Foco é onde devemos concentrar de 70 a 80% de nossa energia – tempo, dinheiro, dedicação, preocupação, etc. Se não tivermos agora muito foco em nosso negócio, em nosso trabalho, em nosso desenvolvimento, o nosso tempo será roubado pelas distrações e quando acordarmos estaremos ainda pior do que estamos hoje.

Minha sugestão, portanto, é que acompanhemos, como cidadãos, tudo o que está acontecendo mas sem perder o foco, sem nos deixar enganar pela crença de que as coisas aconteçam sem que nós próprios façamos acontecer com nosso trabalho, com muita qualidade, comprometimento e foco.

Muitos me dirão que é preciso lutar, participar, fazer valer nossa voz. Concordo totalmente! O que estou pedindo é que você tome cuidado para não perder o seu foco e se lembrar de que no final do mês as contas chegarão e para que possa pagá-las, você precisa estar empregado, sua empresa precisa estar viva e para que ela esteja viva e forte é preciso que os clientes estejam satisfeitos com seus produtos e serviços que, em última análise, dependem de nós. Assim, não perca o seu foco agora para não chorar depois.