Notícias

+ Notícias

Motivação e Sucesso: Para de se puxar para trás!


Por  Sincofarma MG  Postado 27/11/2018

Conheço pessoas que se puxam para trás e para baixo o tempo todo! Fazem tudo para ir para baixo e para trás, em vez de para cima e para frente.

A grande verdade é que não são as outras pessoas que nos puxam para trás e para baixo. Somos nós mesmos!

Conheço pessoas que querem ser promovidas em seus empregos, mas fazem tudo ao contrário do que as levariam a uma promoção.

Conheço pessoas que desejam ter uma família alegre e feliz, mas fazem tudo exatamente em direção à infelicidade de sua vida familiar.

Conheço pessoas que querem ter sucesso, mas não estudam, não leem, não participam, não se interessam, passam o dia todo com a cabeça nas redes sociais e gastam seu tempo em coisas que jamais as levarão ao sucesso que tanto desejam.

É preciso compreender que os sentimentos de felicidade, de sucesso, de bem estar, de autoestima elevada, são consequência de nossas atitudes e comportamentos.

E é preciso lembrar que não existe felicidade, sucesso, autoestima elevada de forma objetiva, como bem apontam os filósofos. São sempre conceitos e sensações subjetivas, ou seja, uma pessoa pode se sentir feliz e com sucesso mesmo com as outras pessoas pensando ser ela infeliz e fracassada.

Da mesma forma, vemos pessoas que consideramos felizes, de sucesso, mas elas próprias podem não se sentir felizes, nem com sucesso. Se isso não fosse verdade, muitas pessoas que julgamos famosas, artistas, escritores, milionárias não se suicida- riam. Como dizia Flaubert, a tristeza é um vício.

A maioria das pessoas se preocupa em cuidar de sua saúde física, mas não cuida de sua saúde mental. Conheço muitas pessoas que não são mentalmente saudáveis e não têm consciência dessa sua fragilidade. São extremamente negativas, punitivas, opressoras; nada está bom; ninguém presta...

Essas pessoas frequentam academias para o corpo, fazem rígidos regimes alimentares mas se esquecem de cuidar de sua saúde mental. Pelo contrário: têm atitudes e comportamentos que as deixam ainda mais doentes.

Com um modelo mental negativo e uma baixíssima autoestima elas criam todas as condições para o próprio fracasso e não conseguem ver que são elas próprias a principal e, muitas vez, única causa de sua infelicidade.

Cuidar da saúde mental é tão importante quanto cuidar do corpo.

Pare de se puxar para trás!

Pense nisso. Sucesso!

Por Luiz Marins.