Notícias

+ Notícias

Novembro Azul: o câncer de próstata e seus cuidados


Por Sincofarma MG  Postado 09/11/2017

 

No exterior a campanha é chamada de Movember (Moustache + November em inglês. Bigode e novembro). Começou em um Pub, na Austrália, em 1999. Um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês como apoio à conscientização sobre a saúde masculina e a arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. O mês de novembro foi escolhido justamente por comemorar no dia 17 o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais mortal entre homens e é o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo.

A Anvisa também desempenha um papel importante na luta contra o câncer de próstata, com a regulação de medicamentos e produtos para o diagnóstico e tratamento da doença. Existem cerca de oito medicamentos sintéticos registrados pela agência, sendo que cinco são para tratamento exclusivo do câncer de próstata, incluindo o Xofigo (que foi liberado pela Anvisa no começo de 2015).

O que é a próstata?

A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra (canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis). A maioria dos cânceres de próstata não causam sintomas até que atinjam um tamanho considerável. Por isso é recomendado que se faça exames anualmente para identificar o aparecimento de alterações logo no início, fazendo um diagnóstico precoce e assim poder rastrear o câncer.

Devo me preocupar com o câncer de próstata a partir de quando?

A preocupação inicial com esse tipo de câncer deve ser considerada por homens acima de 36 anos. A partir dessa idade, pode se desenvolver câncer de próstata, além de outras doenças. Por isso, o cuidado deve ser redobrado.

Acima dos 50 anos, a consulta médica e o exame PSA anuais são indispensáveis. O médico decidirá, junto com o paciente e a partir da análise do histórico pessoal de cada homem, a melhor maneira de dar continuidade a essa prevenção.

Fazer os exames, pelo menos uma vez ao ano mesmo quando não se tem os sintomas, pode ajudar a identificar o câncer em estágio inicial, aumentando as chances de sucesso no tratamento e evitando fases mais avançadas.

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

Os sintomas iniciais do câncer de próstata são:

  • Dificuldade de urinar
  • Demora em começar e terminar de urinar
  • Sangue na urina
  • Diminuição do jato de urina, e
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite

Se você sente qualquer um desses sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima de você.

Quais são os exames que eu tenho que fazer?

Os exames utilizados para investigar o câncer de próstata são os exames de toque retal e PSA (Antígeno Prostático Específico). Geralmente, o exame inicial é o PSA, que nada mais é que um exame de sangue que verifica os níveis de uma proteína produzida pela próstata. Os níveis altos dessa proteína podem significar câncer ou doença benigna da próstata, mas não confirma nada.

O exame PSA apenas pode sugerir a necessidade (ou não) de outros exames. Constatados altos níveis de PSA, é recomendado fazer o exame de toque onde o profissional da saúde verifica, através do tato, as partes posterior e laterais da próstata. Cerca de 20% dos homens com câncer de próstata apresentam PSA em níveis normais, por isso é importante estar em dia com a saúde.

Para confirmar o câncer de próstata, é necessária uma biópsia. Nesse exame, são retirados pedaços bem pequenos para análise laboratorial.