Notícias

+ Notícias

Planejar para pagar menos imposto


Por  Sincofarma MG  Postado12/01/2018

Já estão em vigor as novas regras do Simples Nacional. A medida veio atender à expectativa do governo de elevar a arrecadação em 2018. Em Minas Gerais, alterações em alíquotas de ICMS acompanharam o procedimento adotado em nível federal.

Por outro lado, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil tem a maior carga tributária da América Latina. O volume de impostos cobrados é equivalente ao de países considerados ricos, embora os serviços públicos entregues à população estejam bastante aquém das necessidades de uma população que continua crescendo.

Tendo em vista o peso dos impostos, Mariel Orsi Gameiro, advogada da Fecomércio MG, acredita que os empresários do ramo de farmácias devem estar bem orientados. “O planejamento tributário é um meio lícito para a manutenção do crescimento ou até mesmo para a sobrevivência das empresas”, opina.

O investimento é válido, afinal, em um mercado competitivo como esse, qualquer economia pode fazer grande diferença.

Para começar a planejar

1.       Não fique com receio de contratar um especialista para fazer o planejamento. O tema é de fato complexo, e as legislações municipal, estadual e federal impactam verdadeiramente o negócio.

2.       O ideal é que a empresa tenha o planejamento pronto no início do ano, uma vez que as guias de recolhimento chegam aos estabelecimentos nos primeiros meses.

3.       Lembre-se, contudo, de que, por mais que a atenção dada aos impostos seja importante, alguns aspectos podem escapar ao planejamento, uma vez que os resultados financeiros também estão sujeitos à conjuntura econômica.